terça-feira, 15 de junho de 2010

Comigo mesma




É um texto sem relevância... Acho que escrevo ele nesse momento por não ter ninguém realmente confiável agora, não menosprezo os amigos, mas agora sinto falta de um confidente, acho que nem com as pessoas mais próximas eu conseguiria falar... Escrevo agora, pois é a única forma de aliviar um pouco as coisas dentro de mim...
Vou falar do meu dia... Duas coisas de suma importância aconteceram, vamos a segunda: hoje teve o jogo do Brasil e na hora dos fogos eu coloquei a Chibi deitada comigo por que ela tem muito medo, ela escondeu a cabecinha dela no meu pescoço e fungava... no segundo tempo como eu dormi, acho que ela fez a mesma coisa... Agora a primeira coisa foi um momento comigo mesma, eu estava sentada no refeitorio do Poli (colégio) esperando meu irmão terminar de dar a aula, eu abri o livro que estou lendo "O caçador de pipas" e comecei a ler, questão de uns 15 minutos depois o rádio liga e começa a tocar Coldplay... Sabe, parece besteira, mas aquele foi um momento único para mim, eu estava lendo e escutando uma das minhas bandas favoritas! Foi perfeito...
Sabe, preciso encontrar alguém que eu realmente possa conversar... essas coisas de omitir sentimentos, barrar emoções, ter que sempre estar com um sorriso de plástico na face está acabando comigo =/

2 comentários:

Cris disse...

faz terapia! é uma das melhores coisas que aconteceram na minha vida. eu amo a minha terapeuta, sério. sem zuar. vc sabe que eu faço psicologia e sei como que é difícil questão de confiança e pseudo-confiança.
fica boa, beijos

TaLiTa_ Lopes disse...

Desculpe a invasão...
Mas acho que em alguns casos escrever é a melhor opção.
E em relação ao sorriso plático, optar por ser nós mesmos independente de quem está ao nosso lado, faz muita diferença. Assim com o tempo você verá quem são seus verdadeiros irmãos/amigos.